Translate

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Climinha de inverno: 1 dia em Santo Antônio do Pinhal

Friozinho paulista pede Serra da Mantiqueira! Não, não vamos falar da badalada Campos do Jordão – um dos destinos favoritos dos paulistas nessa época – mas de uma cidade que fica bem pertinho de lá: Santo Antônio do Pinhal.

A 179 km de São Paulo, Santo Antônio do Pinhal tem muito verde, história, um climinha romântico e tudo a ver com inverno. Para os aventureiros, tem trilhas, como a do Pico do Agudo, e cachoeiras, entre as quais a do Lageado e do Cassununga, pontos em que não fomos hoje.

No caminho, ainda em Tremembé, não pudemos resistir aos encantos do antiquário Amarcord e paramos para um cafezinho que não estava nos planos. Tudo rústico – como não poderia deixar de ser – e muito aconchegante.

Cadeira de barbeiro de 1930, no antiquário Amarcord

Café Amarcord
Já em Santo Antônio do Pinhal, no trevo da cidade, fomos à Estação Eugênio Lefréve, a cerca de 4 km do centro, parada da ferrovia onde hoje transita o trem turístico, entre Pindamonhangaba e Campos do Jordão. A estação abriga lanchonete e loja. Andamos até o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora, de onde se tem uma bela vista da região!

Estação Eugênio Lefréve

Estação Eugênio Lefréve

Vista do Mirante Nossa Senhora Auxiliadora

Depois, fomos ao Eco Parque Jardim dos Pinhais, e fizemos o passeio pelos Jardins Temáticos (confira horários e tarifário clicando aqui).  Que lugar lindo! Merece uma visita! Tem um restaurante no parque, mas optamos por almoçar mais pra “dentro” da cidade, no Churrasco Ao Vivo – e não nos arrependemos. Ótima comida e atendimento!

Jardim dos Pinhais Ecco Parque
Churrasco Ao Vivo

No centro da cidade, fomos ao Mirante do Cruzeiro, de onde pudemos ver quase toda a cidade “de cima”. Passamos pela Praça do Artesão. Logo em frente, fomos à Fonte Santo Antônio e depois à Fonte Santo Estevão, que estava seca...

Fonte Santo Antônio
Por fim, entardecer com café da tarde na Fazenda Renópolis, com direito a café coado na mesa, pau-a-pique (broinha de milho, assada na folha de bananeira), tortas e bolos caseiros, bem “casa-de-vó-no-sul-de-Minas” (embora ainda em SP)... Imperdível! E foi assim que, debaixo de uma garoa bem fininha, terminamos nosso dia num clima delicioso de interior.

Café da tarde na Fazenda Renópolis

Despedida da cidade, no caminho para a Fazenda Renópolis
®ä Amarcord Antiquário, Café, Empório e Demolição | Rod. Floriano Rodrigues Pinheiro, Km 10 | Tremembé

ä Churrasco Ao Vivo | Rua Antônio Joaquim de Oliveira, 646 | Centro | Santo Antônio do Pinhal