Translate

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Natal na Serra Gaúcha: 4 dias em Gramado, Canela e Nova Petrópolis

Bucólica, romântica, com influências europeias na arquitetura, gastronomia e tradições, a Serra Gaúcha nos encantou em 2012, quando fomos conferir o Natal Luz, em Gramado, pela primeira vez.

Em 2015, decidimos reprisar. Gramado, Canela e Nova Petrópolis, que compõem a região chamada de “Região das Hortênsias” (região alemã), formaram o nosso roteiro da vez.

Nos hospedamos no Parque da Cachoeira, que oferece área de camping, cabanas ou apartamentos, e fica entre Canela e São Francisco de Paula, a 18 km do centro de Canela (sendo 10 km de estrada de terra). O lugar é fantástico e, se você gosta de ecoturismo, dá pra ficar só lá. Adoramos, mas precisa ter disposição caso seu roteiro seja como o nosso, concentrado mais nas cidades. Neste caso, recomendamos ficar em um dos muitos hotéis no centro de Gramado ou de Canela.

Apartamento, no Parque da Cachoeira
Apartamento, no Parque da Cachoeira
Cachoeira, no Parque da Cachoeira
Fomos de avião até Porto Alegre. Para nos locomover por lá, alugamos um carro. A distância da capital gaúcha para Gramado, pela Rota Romântica (o caminho mais bonito), é de cerca de 130 km.

Na ida para a Serra ou na volta para Porto Alegre, a I Fashion (shopping de outlets), em Novo Hamburgo, merece uma parada de algumas horinhas. ;-)

A distância entre Gramado e Canela é nenhuma. A gente quase nem percebe quando saiu de uma e chegou a outra, então nosso roteiro acabou ficando um vai-e-vem danado, porque escolhíamos na hora onde queríamos ir e pronto! :-D


DIA 1: CAFÉ COLONIAL (GRAMADO) – NOVA PETRÓPOLIS – CASTELINHO CARACOL (CANELA)

Pra começar o dia com tudo (literalmente!), café da manhã sensacional no Torre Café Colonial, em Gramado. Da outra vez, o café colonial foi no Bela Vista, que amamos e também recomendamos muito! É muita, muita, muita coisa!

De lá, seguimos pela Rota Romântica até Nova Petrópolis. Para andar sem pressa, parando onde era bonito, onde nos chamava atenção, e pelos cemitérios do caminho, que são lindos!

Um dos cemitérios coloridos do caminho
Um dos cemitérios coloridos do caminho
Passamos pela outlet da Dakota, já em Nova Petrópolis. Tem muitas outlets na região. Na maioria, se você estiver com tempo pra isso, vale a pena dar uma olhadinha.

Já no centro da cidade, revisitamos o Labirinto Verde e a Praça das Flores (Praça da República). Depois, fomos conhecer o Parque Aldeia do Imigrante, que mostra um pouco da história e da vida dos colonos da região e merece uma visita!

Labirinto Verde, em Nova Petrópolis
Praça das Flores, em Nova Petrópolis
Praça das Flores, em Nova Petrópolis
Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis
Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis
Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis
Parque Aldeia do Imigrante, em Nova Petrópolis
De lá, fomos à fábrica da Cervejaria Edelbrau. Não somos fãs de cerveja, mas o passeio é bem bacana!

Cervejaria Edelbrau, em Nova Petrópolis
Cervejaria Edelbrau, em Nova Petrópolis
Clique aqui para mais pontos turísticos de Nova Petrópolis.

No fim da tarde, retornamos a Canela, para um apfelstrudel (torta de maçã) no Castelinho Caracol, um dos meus lugares preferidos desse roteiro! Depois de visitarmos o casarão (R$ 10), nos deliciamos com o strudel e outras maravilhas do Castelinho.

Castelinho Caracol, em Canela
Castelinho Caracol, em Canela
Castelinho Caracol, em Canela
Apfelstrudel, no Castelinho Caracol, em Canela
Cafezinho e chocolate quente, no Castelinho Caracol, em Canela
Castelinho Caracol, em Canela
Castelinho Caracol, em Canela
À noite, fomos jantar no Empório Canela, um lugarzinho muito bacana, que mistura restaurante, café, antiquário e livraria.


Catedral de Pedra, em Canela
Como eu disse aí em cima, Gramado e Canela são muito próximas uma da outra, então logo já estávamos em Gramado, tomando um chocolate quente no Josephina Café, outro lugar muito charmoso!

Pra fechar o dia, demos umas voltinhas pela cidade, aproveitando a movimentação da época de Natal, que deixa a cidade com um climinha ainda mais gostoso!

Estando no centro de Gramado, não deixe de visitar a Rua Coberta, e conferir suas lojas, restaurantes e cafés.


Igreja Matriz São Pedro Apóstolo, em Gramado
Decoração de Natal em Gramado
Decoração de Natal e o Palácio dos Festivais, em Gramado
Palácio dos Festivais, em Gramado
As mãos do ator Selton Mello, na Calçada da Fama, em Gramado
Rua Coberta com luzes de Natal, em Gramado

DIA 2: GRAMADO: SNOWLAND – O REINO DO CHOCOLATE – SEQUÊNCIA DE FONDUES

Hoje era dia de Snowland, primeiro parque de neve indoor das Américas, que fica em Gramado. Nos esbaldamos na pista de patinação no gelo. Demoramos um pouco pra nos soltar, mas depois que pegamos o jeito, é uma delícia! O Tubbing e o Simulador de Esqui 7D também são divertidíssimos!


Snowland
Pista de Patinação no Gelo, na Snowland
Snowland
Motoneve, na Snowland
Frrrrrio, na Snowland
Tem também esqui e snowboard (com custo adicional). Os meninos fizeram o circuito de Motoneve, também com custo adicional, atração inaugurada no início de 2015. Visitar a Snowland é uma boa pedida para crianças grandes e pequenas! Confira o tarifário aqui.

Depois, aproveitamos para revisitar O Reino do Chocolate (ingressos R$ 10), em Gramado, uma espécie de “museu do chocolate” muito bacana, integrado a uma loja da Caracol Chocolates.

Ao lado, passamos em uma das lojas da Florybal, outra chocolateria da região.

Como gordice pouca é bobagem, seguimos para uma sequência de fondues em um restaurante cujo nome – falha minha – esqueci, também em Gramado. Da outra vez, fomos ao Vue de La Vallée, que recomendamos!

Assistimos o Show de Acendimento das Luzes de Natal e fomos caminhar pela cidade. E o Deco “descobriu” que Gramado tem uma “Lombard Street” (a rua icônica de San Francisco), a “Rua Torta” (R. Emílio Sorgets):


A "Rua Torta" de Gramado

DIA 3: CANELA: MUNDO A VAPOR – BONDINHOS AÉREOS

Iniciamos o dia com o Mundo a Vapor, em Canela (ingressos a R$ 22). Esta é uma atração curiosa e imperdível! Com réplicas artesanais (e que funcionam!) de processos energéticos e industriais, como hidrelétrica, termoelétrica, olaria, serraria, pedreira, siderúrgica, fábrica de papel, etc., a visita ao museu é uma verdadeira aula! A locomotiva “pendurada” na fachada é uma alusão a um acidente ferroviário ocorrido na França, em 1895.

Mundo a Vapor, em Canela
Mundo a Vapor, em Canela
Relógio a Vapor, no Mundo a Vapor, em Canela
Passeio de trem no Mundo a Vapor, em Canela
Depois fomos conferir uma atração nova de Canela: os Bondinhos Aéreos, no Parque da Serra (R$ 39 para acesso ao parque e passeio de bondinho). São 3 estações: Central, Animal e Cascata. Vale a bela vista da Cascata do Caracol.

Cachoeira do Caracol
O almoço foi na Churrascaria Costelão Gramado, pra matar a lombriga do Deco, que queria muito comer a tal costela na vala...


Costela na Vala
Cafezito na Casa de Vinhos Rota Romântica, em Morro Reuter, acompanhado de uma boa conversa com o Sr. Emílio, dono do estabelecimento, cheio de histórias pra contar.

Café da tarde na Casa de Vinhos Rota Romântica, em Morro Reuter
Era noite de Natal e, como não tínhamos reserva, tivemos que encontrar um lugar que nos recebesse. Assistimos a apresentação de Natal no Palácio dos Festivais (onde ocorre o Festival de Cinema de Gramado). Jantamos em um bistrô muito gostosinho no Boulevard São Pedro, ao lado da “Fonte do Amor Eterno”, chafariz que fica à direita da Igreja Matriz São Pedro Apóstolo.


A "Fonte do Amor Eterno", em Gramado
Obs.: a partir de 2013, casais tem colocado cadeados com seus nomes no gradil do chafariz, para “selar amor eterno”, assim como na Pont des Arts, em Paris...


DIA 4: MINI MUNDO (GRAMADO) – ESTÁDIO DO BEIRA-RIO (PORTO ALEGRE)

Dia de ir embora, mas não sem aproveitar o último restinho de tempo!

De manhã fomos ao Mini Mundo (ingressos a R$ 24), em Gramado. O parque, ao ar livre, é formado por réplicas fiéis de prédios de várias partes do mundo, bem detalhadas, constituindo uma cidade em miniatura, em uma escala 24 vezes menor. Mais uma atração imperdível em Gramado!


Mini Mundo, em Gramado
Mini Mundo, em Gramado
Mini Mundo, em Gramado
Mini Mundo, em Gramado... para mineiros
Mini Mundo, em Gramado... para paulistanos :-)
Seguimos para Porto Alegre, e ainda faltava um tempinho pra termos que estar no aeroporto. Aproveitamos pra passar no Estádio do Beira-Rio.  


Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre
Estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre
 - - - Atrações que não reprisamos desta vez, mas que valem a pena:

- Museu de Cera, em Gramado
- Harley Motor Show, em Gramado
- Super Carros, em Gramado
- MUM – Museu da Moda, em Canela
- Parque do Caracol, em Canela
- Arena do Grêmio, em Porto Alegre

sábado, 23 de janeiro de 2016

Café da manhã na Miolo Padaria Orgânica, em São Paulo

A “descoberta” da vez é a Miolo Padaria Orgânica, na Serra da Cantareira, Zona Norte de São Paulo. A conhecemos no último sábado e já reprisamos hoje :-)

Com uma proposta de alimentação saudável, a padaria rústica conquista pela visão, olfato e paladar! Num climinha de serra, fresquinho e com bastante verde e ar puro, de repente sobe aquele cheiro maravilhoso de pão quentinho saindo do forno!




Chegando lá, você já pode reservar os pães que vai querer levar pra casa (dá vontade de levar todos!). Reservamos a focaccia – temperada com azeite, alecrim e sal rosa (uma delícia!) – e fomos pro “quintal”, onde é servido o café da manhã.







Semana passada fomos só de cafezinho, ovos mexidos e pão na chapa. Hoje, um pouco mais “famintos”, optamos pelo café da manhã.



Por R$ 58 para duas pessoas, são servidos dois tipos de bebidas para cada, cesta de pães (entre as variedades da Miolo, estão o pão de centeio, limão com pimenta, 14 grãos, especiarias com mel, ciabata e outros), ovos mexidos, azeite (o de hoje, temperado com alho e manjericão), geleia e ricota com manjericão.



Mesmo que você não more por perto, vale a pena a “viagem”!


ä Av. Senador José Ermírio de Moraes, 1400 | Tremembé |São Paulo |SP