Translate

terça-feira, 3 de maio de 2016

Vídeo: "Hector e a Procura da Felicidade"

(Foto: divulgação)
O filme de ontem à noite não é, exatamente, sensacional. Mas me peguei pensando nele várias vezes hoje, então resolvi compartilhar. 

Classificado como comédia, “Hector e a Procura da Felicidade” tem seus momentos engraçadinhos. Hector é um psiquiatra que vive em Londres, aparentemente com uma vida perfeita, toda “encaixadinha”. Porém, de repente, ele se vê cansado da sua vida e daquilo que seus pacientes encaram como “problemas”, e passa a se questionar se, de fato, ele os está ajudando a encontrar a felicidade. 

Curioso sobre o que é, afinal, que faz as pessoas felizes, ele decide partir em uma viagem ao redor do mundo, em busca de novas experiências que deem a ele conhecimento pra ajudar seus pacientes. Durante a viagem, ele questiona as pessoas que cruzam seu caminho se elas são felizes. Com o tempo, ele percebe que também está em busca de solução para suas próprias questões. 

São as frases que ele vai anotando em seu “diário de bordo” ao longo do filme que ficaram passando pela cabeça o dia todo hoje, com as mais diversas perspectivas sobre o que é – e o que não é – felicidade.

Baseado no best sellerA Viagem de Heitor - À Procura da Felicidade”, do escritor (e psiquiatra) francês Francois Lelord, primeiro de uma trilogia completada por “Heitor e os segredos do amor” e “A nova viagem de Heitor”.

Assista o trailer.