Translate

sábado, 16 de julho de 2016

BTNK: uma experiência nos trilhos da Bresser-Mooca

Quando, em frente ao Museu da Imigração, chegamos ao final da rua sem saída e demos de cara com os trilhos do trem da estação Bresser-Mooca, sem viva alma nos arredores, chegamos a imaginar que estávamos no lugar errado.

Mas o destino de hoje não poderia estar em lugar mais apropriado: precisamos caminhar ao lado dos trilhos da antiga estação para chegar ao BTNK, bar que mistura gastronomia, storytelling e música, e que fica nada menos que num vagão desativado, “estacionado” paralelamente aos trilhos do trem em pleno funcionamento.

A experiência é inspirada na Geração Beat, movimento sociocultural dos anos 1950, 1960 - pós 2ª Guerra Mundial - com seu estilo de vida anti-materialista, não conformista e criativo. BTNK é justamente uma abreviação de "BEATNIKS", os adeptos ao movimento.  

O cardápio fica por conta do Cateto - Comer e Beber Artesanal. Hoje escolhemos a Tábua Charcuterie & Fromage (copa curada, salame espanhol levemente picante, queijo pirâmide de cabra, queijo canastra de vaca, com mel, molho de tomate e maçã verde fatiada) e as maravilhosas Batatas Rústicas & Pulled Pork (mix de batatas doce e asterix fritas, servido com pulled pork ao molho bbq). Para beber, “On The Road” e o imperdível “Fitzgerald”.

Às sextas feiras, a música é brasileira. Uma delícia! Lá também rola DJ e um clima de baladinha. Bem bacana.


Nossas fotos – tiradas com celular – não fazem justiça ao lugar. :-( Mas na galeria do site dá pra ter uma ideia melhor. Vale a pena conferir ao vivo!

Foto: site do BTNK
Foto: site do BTNK
Foto: site do BTNK
Rua Visconde de Parnaíba, 1253