Translate

sábado, 11 de janeiro de 2014

4 dias em Washington, DC, com direito a uma esticadinha para NYC!


Mais uma vez, a compra das passagens e hospedagem foi via agência de viagem virtual. Compramos com cerca de três meses de antecedência, depois de entrar no site várias vezes pra pesquisar, e conseguimos valores mais em conta. Dessa vez, foi perfeito! Ficamos no Courtyard Dulles Town Center - Marriott, que não deixou a desejar em relação ao que vimos no site. O hotel fica bem pertinho do shopping Dulles Town Center, que é uma boa opção para compras e restaurantes.

Chegando lá, alugamos um carro, que nos EUA vale muito a pena, porque é barato e nos dá a mobilidade de que precisamos. Com a ajuda do GPS e o roteirinho em mãos, tudo fica bem mais fácil!

Nosso roteiro na capital dos EUA foi à base da caminhada. Como ficamos em Dulles, que fica a cerca de 36 km do centro de Washington, íamos de carro até DC e então: haja sola de sapato!

Estivemos lá de 30/05 a 02/06/2013, aproveitando o feriado de Corpus Christi. Então pegamos um calor escaldante e já não pudemos conferir as cerejeiras floridas, marca registrada do lugar, que você poderá ver se for entre março e abril (National Cherry Blossom Festival).

Os Memoriais que mencionarei abaixo são monumentos ao ar livre e não levam muito tempo para serem visitados. Outra grande vantagem de DC é que a maioria dos museus tem entrada gratuita.

Dia 1

De Dulles para Washington paramos em uma das inúmeras Starbucks que há no caminho, para o café da manhã.

Chegando em DC, nossa primeira parada foi no Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA. Lá, o estacionamento é bem grande e gratuito e descemos para visitar o Pentagon Memorial, construído em homenagem às vítimas dos atentados de 11.09. Para fazer um tour guiado no Pentágono, é necessário agendar com antecedência.

Pentagon Memorial

De lá, seguimos de carro e o deixamos próximo ao George Mason Memorial, seguindo a pé para o Thomas Jefferson Memorial. Seguimos para o Franklin Delano Roosevelt Memorial, Martin Luther King Jr. Memorial, Washington Monument (que não pudemos visitar, pois estava interditado em razão de um terremoto ocorrido em 23/08/2011, e permanecia assim até o fechamento deste post), U.S. Holocaust Museum (absolutamente fantástico e que merece algumas horas de visitação) e Smithsonian Castle (onde não entramos, só tiramos fotos, do lado de fora). Atravessamos, comemos um hot dog pra enganar a fome e seguimos para a National Gallery of Art, que é simplesmente impressionante! Merece pelo menos umas cinco horas de visitação, mas pode levar um dia inteiro. Tem obras de Manet, Monet, Van Gogh, Degas, Andy Warhol... só pra citar os meus preferidos (são mais de 12.000 artistas). De lá, passamos pelo Sculpture Garden, onde almoçamos (não é dos mais baratos, mas àquela altura, não estávamos mais em condições de esperar e procurar outro lugar), e depois descansamos um pouco perto do chafariz, onde muitas pessoas estavam se refrescando.

Jefferson Memorial
Tidal Basin e Washington Monument, vistos do Jefferson Memorial

Washington Monument, com informações sobre a interdição para reparos


Sculpture Garden


Pessoas se refrescando no chafariz, no Sculpture Garden

O Capitólio

National Mall, visto do Capitólio

O sol estava escaldante naqueles dias! As bolhas já se formavam na sola do pé, mas ainda faltava o Capitólio, centro legislativo do governo norte-americano. Poderíamos ter passado no Jardim Botânico, mas o cansaço nos impediu. Finalmente, chegamos ao fim (ou início) do National Mall.

Por fim, tivemos que voltar andando até o carro. Mas tudo valeu muito a pena!

Segue abaixo o mapa do roteiro deste primeiro dia:



No fim do dia, jantarzinho no Outback, em Dulles.

Dia 2

Neste dia, deixamos o carro quase no mesmo lugar do dia anterior, um pouquinho mais perto do Roosevelt Memorial. Passamos pelo Korean War Veterans Memorial, Vietnan Veterans Memorial e, finalmente, chegamos ao Lincoln Memorial, no início (ou fim) do National Mall, onde encontramos um casal de amigos, recém-chegados do Texas, com as crianças.

Korean War Veterans Memorial

National Mall, visto do Lincoln Memorial

Lincoln Memorial


Passamos novamente pelo Martin Luther King Jr. Memorial e acabamos desistindo do passeio de pedalinho no Tidal Basin, porque o sol estava muito forte, especialmente para as crianças.

Pegamos o carro e fomos em direção à Casa Branca, que definitivamente parece bem menor do que imaginamos quando a vemos na TV ou nos filmes. Mesmo assim, não dá pra ir a DC e não passar por lá.

A Casa Branca

Da Casa Branca, pegamos o carro novamente e fomos almoçar no Au bon pain. Almocinho light, muito gostoso, e ótimo preço.

Carro novamente e retornamos às imediações do National Mall. Visitamos o Museu de História Natural e o Museu Aeroespacial, dois lugares em que, se você estiver com mais tempo, e especialmente se estiver com crianças, deve passar algumas horas. Sugiro um dia inteiro dedicado só a eles dois.

Museu de História Natural

Museu Aeroespacial

Depois, carro mais uma vez, e fomos ao shopping para almoçar (não recordo o nome do shopping, pois seguimos aleatoriamente no GPS). Escolhemos Taco Bell, rede de fast food que serve comida mexicana.

Demos uma voltinha de carro para ver a cidade à noite, e voltamos para Dulles.

Dia 3: 12 horas em Nova Iorque

Para ir de DC a NYC de trem, são cerca de 3h30 no trem normal e 2h45 no trem rápido. Estávamos tão perto, que não dava pra perder a chance, mesmo sabendo que não conseguiríamos fazer muita coisa em NYC. Pegamos o trem às 05h30 da manhã na Union Station, em Washington, e antes das 09h já estávamos na Penn Station, na Grande Maçã!

(Em Washington, deixamos o carro no estacionamento da própria estação. Mesmo que você não pretenda pegar um trem, não deixe de visitar a Union Station, que é linda!)

Chegando em NYC, tomamos café na Starbucks, na Penn Station mesmo, pra agilizar.

Lá tivemos que nos valer do ônibus turístico, porque 12 horas em Nova Iorque é muito muito pouco!

Andamos 15 quadras até a 8th Avenue, 777 (entre a 47th e a 48th St.), onde fica o centro de atendimento do ônibus turístico. Só conseguimos fazer uma das cinco rotas disponíveis.

O primeiro lugar em que descemos foi o Battery Park. Para atravessar para a Estátua da Liberdade, a fila estava gigantesca. Então tivemos que nos contentar com a vista do continente para a ilhota, looonge, pequenininha.

Estátua da Liberdade, ao fundo

Ali tem umas barraquinhas bacanas para comprar souvenirs mais em conta.

Continuamos o percurso e descemos no Central Park, verdadeiro oásis no meio de tantos prédios e do ritmo frenético da cidade. É como entrar num mundo paralelo: pessoas relaxadas, tomando sol na grama, fazendo pic-nic, caminhando, andando de bicicleta, artistas de rua em todo canto... Demos uma voltinha por lá e resolvemos andar um pouquinho pelas imediações, porque só ver a cidade de cima do ônibus turístico não tem tanta graça...

Central Park

Central Park

Pegamos novamente o ônibus no ponto próximo ao Central Park e descemos próximo à Times Square.

Almoçamos no Applebee’s, na Times Square, outro must see de NYC, com seus inúmeros anúncios luminosos, onde há uma das maiores concentrações da indústria do entretenimento no mundo (lá estão os estúdios da ABC, da MTV e da Virgin Records, p. ex.), além de grandes lojas de marcas famosas, e onde está localizada a NASDAQ, uma das principais bolsas de valores do mundo. Há também muitas lojinhas de souvenirs a um preço bastante acessível.

Applebee's Times Square
Times Square
Ainda na Times Square, fomos à MM’s World. Já conhecíamos a de Orlando e não poderíamos sair de NYC sem passar por lá, porque, além de outros produtos com a marca MM’s, eles tem alguns sabores de MM’s que não encontramos por aqui (menta, pretzel, chocolate amargo, framboesa, coco e manteiga de amendoim)! Do outro lado da rua, tem a Hershey’s Chocolate World. Pra chocólatra nenhum botar defeito!

MM's World
Hershey's Chocolate World

Como já havíamos almoçado, entramos no Hard Rock Café só pra dar uma olhadinha. Se passar pela Times Square, não deixe de conferir e almoçar/jantar por lá.

Hard Rock Café

Fomos andando de volta à Penn Station, pois nosso curto prazo em NYC estava acabando... “Jantamos” no KFC da própria estação. Ali, o atendimento era péssimo, o lugar era feio, mas era o que tínhamos de mais prático naquele momento. Depois de tudo o que fizemos e vimos, não era isso que ia nos fazer perder o dia.

Deixamos NYC por volta das 20h, retornando a DC.

Dia 4

Nosso último dia em DC foi mais light. Chovia horrores e tudo que fizemos foi almoçar no mesmo Outback do primeiro dia e depois dar uma olhadinha na Leesburg Corner Premium Outlets, que reúne marcas como Adidas, Ann Taylor, Burberry, Gap, Guess, Juicy Couture, Lacoste, Levi's, Michael Kors, Nautica, Nike, Polo Ralph Lauren, Puma, Reebok, Timberland, Tommy Hilfiger etc.

Na despedida, “jantar” no Wendy’s do aeroporto.

Quem vai com bastante tempo a Washington, pode aproveitar para conhecer as regiões de Virginia e Maryland, que reúnem muitas belezas naturais e roteiros histórico-culturais, como a trilha do filme Lincoln, em Virginia, em que você poderá visitar os lugares frequentados pelo elenco e equipe durante as filmagens, além de lugares onde o próprio Lincoln esteve.

Ainda havia outros lugares bacanas que estavam no roteiro, mas que não tivemos tempo de conhecer. Deles, o que mais fez falta foi Georgetown, o charmoso bairro histórico de Washington, cheio de bares, lojas e restaurantes.


Em NYC então, nem se fala! Se você faz questão de conhecer a fundo os lugares por onde passa, não recomendo esse “bate-e-volta”. Mas pra quem, como nós, fica satisfeito de ao menos ter o “gostinho” de estar e ver o lugar, compensa (com esperança de retorno, num futuro próximo, claro! rs)! 

Posts relacionados:


4 dias em Houston, Texas


5 dias em Nova Iorque

 

San Francisco, Los Angeles e Las Vegas: da costa do Pacífico ao Deserto de Mojave em 10 dias

 

Filme: Uma Viagem Extraordinária