Translate

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

4 dias em Houston, Texas

Comumente lembrada pela célebre frase “Houston, we have a problem”, do filme Apollo 13, sobre a missão espacial de mesmo nome, Houston é a cidade mais populosa do Texas e a quarta mais populosa dos EUA. Lá estão localizados o Houston Medical Center (o maior conglomerado de instituições médicas e de pesquisa do mundo) e o Lyndon B. Johnson Space Center, da NASA, que abriga o Centro de Controle de Missões.

Painel sobre a Apollo XIII, no Space Center da NASA

Ficamos em Houston de 27-31/12/2013, na casa de amigos que moram lá (os mesmos que encontramos em Washington, DC – veja o post).

Como estávamos com nossos amigos, muito hospitaleiros e com muita disposição para passear conosco em seu “pequeno” carro de 8 lugares, não precisamos alugar um. Mas, assim como no post sobre Washington, recomendo alugar um carro nas suas idas para os EUA, porque é barato, dá mais mobilidade e vale a pena, exceto se estiver em grandes cidades, servidas por linhas de metrô extensas e com muito trânsito, como Nova Iorque.

Dia 1

Almoçamos no Cracker Barrel, loja e restaurante tematizados com estilo country. A decoração lembra as antigas lojinhas de conveniência do interior, com cadeiras de balanço de madeira em frente... A comida é típica da região sul dos EUA (southern food), com frango frito, catfish, milho... Os pãezinhos para a entrada também são ótimos! E a lojinha tem uns itens muito lindos, entre brinquedos, vestuário, decoração, doces... Imperdível!


Cracker Barrel

De lá, fomos para o Zoológico de Houston, onde vivem mais de 6.000 animais, de mais de 900 espécies. Vimos umas espécies bem diferentes por lá. É um ótimo programa pra todas as idades!

Houston Zoo

À noite, fomos ao Houston Toyota Center, para assistir a um jogo de basquete, entre o Houston Rockets e o New Orlean Pellicans. É um verdadeiro show! Muito emocionante, porque até o último minuto não sabíamos quem ganharia o jogo (por fim, o Rockets foi o vencedor daquela noite)! Se você for assistir a um jogo lá, tente um estacionamento distante duas ou três quadras. Para nós, custou $5, contra os $30 que estavam cobrando nos estacionamentos mais próximos.

Houston Toyota Center

Dia 2

De manhã, fomos à Igreja de Cristo em Kingwood, igreja que frequentamos aqui no Brasil.

Igreja de Cristo, em Kingwood

Almoçamos no Fuddruckers (não pode faltar junk food numa viagem aos EUA!). O ambiente é muito gostoso e as saladas e temperos para os hambúrgueres são “a gosto do freguês”, o que pode tornar a sua refeição um pouco mais “saudável”. Independente das calorias, é ótimo!

Próximo de lá, passamos por uma ruazinha, onde nossa amiga nos levou a uma loja de porcelanas muito bacana: a The Mudpie Company. Lá, você paga pela peça “crua” que escolher, e poderá se acomodar em uma das mesinhas pra pintar a peça do jeito que desejar. Depois, você deixa secando (você pode continuar sua peça num outro dia) e eles se encarregam de colocar no forno para dar o acabamento. Se estiver com tempo, pode ser um programa bem relaxante e divertido.

The Mudpie Company

No fim da tarde, fomos visitar parentes dos nossos amigos, em Livingston, uma cidadezinha de pouco mais de 5.000 habitantes a cerca de 1h20 de Houston. O ambiente era daqueles de cinema: casinha no campo, ainda decorada para o Natal, cupcakes, xícaras enormes de café, folhas secas enchendo o chão do quintal atrás da casa...

Jantamos na CiCi’s Pizza., que tem buffet de saladas, massas, pizza (claro!) e sobremesas por um preço fixo que vale muito muito a pena (era $5 por adulto!).

Na volta, passamos em San Jacinto County, onde fizemos um drive-thru pela tradicional decoração de Natal do casal Bob e Diane Hanley, no Hanley’s Christmas Ranch, com inúmeros enfeites e cerca de 240.000 lâmpadas! Simplesmente lindo!

Hanley's Christmas Ranch

Dia 3

Saímos de casa um pouquinho mais tarde e almoçamos no Five Guys (mais junk food para o almoço rs), que é gostosinho, mas nada espetacular.

De lá fomos ao Space Center, da NASA, o Centro Espacial de Houston. Entre outras coisas, estivemos na sala de controle onde a equipe de comando recebeu a notícia dos problemas enfrentados pelos astronautas da Apollo 13. Não deu pra ver tudo, pois o Space Center estava muito cheio neste dia, com filas bem maiores do que de costume. Mas é, sem dúvida, um must see de Houston, principalmente se estiver com crianças.

Sala de Controle preservada, no Space Center, da NASA
Painel no Space Center
Space Center
Jantamos no Rainforest Café, no shopping The Galleria. Pudemos conferir as “tempestades” que ocorrem na “floresta” do restaurante temático (os “animais” se mexem, fazem barulho, ouvem-se raios e trovões, o “céu” escurece...) e, como era aniversário do Marido, pedimos o delicioso “Volcano”, brownie com sorvete montado em forma de vulcão, com direito ao tradicional “parabéns pra você” cantado pelos garçons no estilo “Rainforest”! Um “Volcano” dá para quatro pessoas, tranquilamente.

Volcano, no Rainforest Café
Dia 4

No último dia, ficamos em casa boa parte do tempo. À tarde, saímos para umas comprinhas rápidas. Fomos apresentados à Ross Dress for Less, loja de descontos que, às 4h da tarde já estava sem estoque (dizem que os preços são enlouquecedores), e à Forever 21, rede de lojas de roupas e acessórios, de onde eu não queria mais sair! As peças são lindas e o preço bastante acessível.

De lá, tivemos que correr pra pegar as coisas e ir para o aeroporto. Hora de ir embora...

Como ficamos na casa de amigos, demoramos mais para fazer algumas coisas, pois o tempo era especialmente para aproveitar a companhia deles. Acredito que, com um bom roteirinho em mãos, 4 dias seja um período suficiente para ficar em Houston, conhecer o must see de lá e fazer umas comprinhas. Para maiores informações, siga o link (clique aqui).

Posts relacionados:



5 dias em Nova Iorque

 

San Francisco, Los Angeles e Las Vegas: da costa do Pacífico ao Deserto de Mojave em 10 dias